Por Simoní (Inffus) - 12/07/2019 às 13:38:19

Associação Brasileira de Estágios aponta que estudantes são alternativa para desenvolver profissionais e enfrentar a crise no Brasil eles são 1 milhão.

No Brasil, um a cada 10 estudantes do ensino superior participa de algum programa de estágio, o que representa aproximadamente 740 mil pessoas, enquanto são mais de 260 mil estudantes do ensino médio na mesma situação - isso mesmo em meio à crise econômica, aponta a Associação Brasileira de Estágios (Abres).

Economistas estimam um alívio do quadro econômico negativo somente após o início de 2017. Mas, enquanto essa melhora não se concretiza, muitas empresas abrem oportunidades para os estagiários que se mostram uma mão-de-obra qualificada e apresentam custos muito menores em relação a um funcionário formal, por não gerar vínculo empregatício, além de poder desenvolver o profissional jovem que está começando a carreira.

Diretor de uma empresa de recrutamento de estagiários, Tiago Mavichian explica que as vantagens de um programa de estágio podem beneficiar o jovem que deseja adquirir experiência profissional e ingressar no mercado de trabalho, quanto para a empresa, que garante a formação de novos talentos com um investimento relativamente barato. 

“A maioria dos estudantes em busca de estágio é ansiosa para colocar em prática todo o conhecimento adquirido no curso. Além do aprendizado o valor de bolsa-auxílio recebido pelos estudantes ajuda na manutenção dos estudos, ou seja, é uma atividade de caráter educativo completa, que auxilia no processo de aprendizagem e garante rendimento para sua manutenção”, aponta Mavichian.

A pesquisa também mostra que que nos últimos três anos, a média de crescimento na oferta de vagas de estágio durante o segundo semestre do ano foi de 7%. “Nos períodos em que começam as férias nas escolas e faculdades novas vagas de estágio surgem, em razão do término de muitos contratos, e isso se repete a cada início e fim de semestre letivo”, conclui o especialista.

FONTE: https://www.revide.com.br/noticias/economia/estagiarios-sao-opcao-de-mao-de-obra-barata-e-qualificada/

Compartilhar: